Google é acusado de abusar de posição dominante no Android na Índia

- Publicidade -

Mais uma vez o Google está sendo acusado de abuso de posição dominante com Android, dessa vez o problema está sendo investigado na Índia.

A Comissão Europeia deu uma multa de 4.3 bilhões de euros para o Google, isso aconteceu já que a empresa usou sua posição dominante no Android para afastar concorrentes do seu sistema móvel.

Agora as autoridades indianas que estão de olho no método que o Google vem utilizando para que as fabricantes tenham acesso aos seus serviços, algo que mostra que a empresa está utilizando a vantagem de ser dona do Android para controlar o que pode ou não ser feito nos telefones das maiores fabricantes da região.

Índia acusa Google de abuso de posição dominante

Essa acusação na Índia está sendo feita pela Comissão de Concorrência da Índia (CCI), órgão antitruste do país, o caso é praticamente o mesmo que o Google foi multado na Comissão Europeia.

Google Apps

A CCI acusa o Google de abusar de sua posição dominante para evitar que fabricantes de smartphones da Índia utilizem livremente apenas os serviços do Google que querem, mas a empresa (Google) praticamente força as fabricantes utilizarem todos os itens que eles querem, sem qualquer tipo de acordo que seja diferente do que eles exigem.

Isso simplesmente significa que as fabricantes da Índia são obrigadas a instalarem todos os aplicativos que o Google exige para terem acesso a loja do Android, Google Play.

- Publicidade -

Inclusive todos os contratos do Google têm a cláusula que obriga a fabricante a pré-instalar todos os aplicativos que o Google exige naquele momento, se a fabricante não concorda, não existe nenhum tipo de acordo e elas precisarão lançar aparelhos sem a loja Android.

Pode não parecer muita coisa, mas com essa manobra, o Google simplesmente não permite que as fabricantes utilizem aplicativos diferentes para a maioria dos apps que o Google possui, por exemplo, as fabricantes não podem trocar o mecanismo de pesquisa, utilizar um navegador alternativo como preferencial, entre muitos outros, o que acaba afetando a concorrência em vários setores.

Google Apps

No caso da Índia, a investigação é muito importante para a região, no ano anterior no país o Android já está em 99% de todos os aparelhos que estavam sendo vendidos, então para que a concorrência tenha alguma chance, essas regras do Google devem ser modificadas imediatamente.

A primeira investigação sobre o Google abusar da sua posição dominante no Android na Índia será concluída em cerca de 150 dias, mas todo o processo deve levar cerca de um ano para ser completado.

Assim como no caso da União Europeia, em que recebeu a multa de 4.3 bilhões de euros, o Google utiliza a mesma defesa, que a empresa está aumentando a competitividade e não reduzindo a mesma.

Google precisa e já está mudando

Android Logo escuro

Lembrando que depois da multa na União Europeia, o Google revelou que seus apps irão custar até 40 dólares e que o mecanismo de busca e navegadores de terceiros podem ser definidos como padrão no sistema Android.

Como podemos ver, o Google terá que mudar sua estratégia e começar a disponibilizar seus apps de forma independente no mundo todo, assim permitindo a fabricante utilizar apenas o que realmente quer, mesmo que para isso, seja necessário realizar a cobrança de até 40 dólares pelos aplicativos do próprio Google.

Via: In.reuters

- Publicidade -

Últimas Notícias

Castlevania Grimoire of Souls para Android tem vídeo revelado

Jogo Castlevania Grimoire of Souls chegará ao Android, tem vídeo revelando detalhes de como será o game. Castlevania é um...

Promoção Motorola One R$979 em 10X sem juros

O primeiro Android One do Brasil, Motorola One está em grande promoção, sendo um excelente momento para adquirir o aparelho.

Xiaomi Mi 9 Pro 5G, Mi Mix 5G e Google Pixel 4 ganham data de anúncio

Novos Xiaomi Mi 9 Pro 5G, Mi Mix 5G e Google Pixel 4 serão anunciados em breve, telefones já possuem data de anúncio...

Promoção Moto G7 Play R$621 ou R$776 em 7X sem juros

Moto G7 Play entrou em promoção, com preço menor smartphone é uma alternativa para quem quer um aparelho mais simples e barato.

Asus lança Zenfone Max Pro (M2) no Brasil: Android puro e bateria de 5000mAh

Novo Zenfone Max Pro (M2) está sendo lançado no Brasil, conta com o Android puro bateria de 5000mAh e hardware decente.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Receba as novidades em seu E-mail!