Backup do WhatsApp irá ocupar armazenamento no Google a partir de dezembro

Marcos Gonçalves da Silva

O Google revelou que os backups do WhatsApp deixarão de serem ilimitados, a partir de dezembro, ocuparão espaço no armazenamento em contas do Google.

Rumores já indicavam essa mudança, mas agora é oficial e usuários precisam se preparar, já que esse tipo de item ocupa muito espaço.

Tudo continuará a funcionar da forma padrão, mas se não contar com armazenamento extra, quando estiver sem espaço, não será mais possível fazer backups.

Mensagens, fotos e vídeos irão ocupar espaço na nuvem

Em sua página de suporte, o Google anunciou que os backups do WhatsApp começaram a ocupar o armazenamento na nuvem dos usuários.

WhatsApp logo

Anteriormente, ele era ilimitado e não te atrapalhava em nada, mas isso mudará a partir de 2023 para os usuários do WhatsApp Beta, algo que mais tarde chegará para todos.

Com a liberação para todos os usuários, os backups continuarão a funcionar corretamente, desde que tenha espaço disponível na nuvem, se não tiver, eles nunca serão completados.

Para quem não sabe, a conta do Google conta com 15GB de armazenamento na nuvem de forma gratuita, ele é utilizado para Google Fotos, Gmail, Google Drive, documentos e muito mais.

Se sua conta estiver cheia, você precisará liberar espaço apagando itens que não precisa mais, se liberado o suficiente, o backup pode ser feito.

WhatsApp Logo

Usuários também poderá apagar alguns itens diretamente do próprio WhatsApp, o que irá diminuir o tamanho do arquivo de backup, sendo recomendado apagar principalmente vídeos, que são os arquivos mais pesados.

Para quem não pode apagar nada, a solução pode ser comprar mais espaço de armazenamento utilizando uma assinatura Google One, que possui vários planos com quantidades e valores diversos.

No momento, as contas Google Workspace (de empresa e de escola) não serão afetadas pela mudança, então a cota de armazenamento não será alterada.

Com o backup do WhatsApp contando na cota de armazenamento da conta do Google, os usuários terão que saber a hora de ativar ou desativar o recurso, ou será necessário fazer o pagamento da assinatura para ter mais espaço.

Fonte: Support Google

Compartilhe o artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *