domingo, setembro 20, 2020

Huawei: Honor Mate 30 pode ser vendido sem uma licença do Android

COMEÇA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma nova informação revela que a Huawei deverá lançar seu Honor Mate 30 sem uma licença do Google para o sistema Android.

Já sabemos que as coisas não estão fáceis para a Huawei, mesmo com a extensão da proibição para 90 dias, a fabricante não está conseguindo negociar com as empresas dos EUA.

Com esse problema, um porta-voz do Google disse à Reuters que o novo Mate 30 não poderá ser vendido com uma versão licenciada do Android e nem utilizar os aplicativos do Google, o que inclui a loja Google Play e outros.

O novo Honor Mate 30 tem data de anúncio para o dia 18 de setembro, ele chegará possivelmente com tecnologia 5G, o que permitirá utilizar a rede da operadora em sua velocidade máxima.

Honor Mate 30 sem Android licenciado

Huawei Mate 9 Pro

Mas o grande problema para a Huawei é a proibição do comércio nos EUA, que mesmo que tenha recebido mais 90 dias para ser iniciada, só vale para produtos que já estão no mercado e não para novos dispositivos ou acordos.

O Google não pode trabalhar com a Huawei nesse momento, então se a fabricante quiser lançar realmente o aparelho, o Honor Mate 30 deverá ser lançado sem uma licença oficial para o sistema Android.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Isso significa que a Huawei provavelmente irá utilizar o AOSP (código-fonte livre do Android) para criar o sistema do aparelho, na pratica isso só aumenta um pouco o tempo de desenvolvimento, já que a Huawei não tem contato com o Google para resolver os problemas que possam surgir.

O maior problema mesmo será a falta dos aplicativos do Google, principalmente da loja Google Play, sem uma licença, o Huawei Honor Mate 30 pode ser vendido sem uma licença do Android, mas também não pode ter as principais aplicações do Google instalada.

Então a empresa terá que arrumar um jeito para conseguir convencer os consumidores a comprarem um aparelho sem a loja Google Play, o que pode ser bem difícil.

Curiosamente, no passado, a Meizu também não contava com os serviços do Google, mas contava com atalho para baixar e instalar a loja em seus aparelhos, algo que a Huawei também poderia utilizar e assim acabar com esse problema.

Huawei (EUA contra China)

Huawei Logo

A briga entre os EUA e a China parece que nunca vai ter fim, a Huawei está bem no meio dessa guerra, por isso, acabou sendo proibida de negociar com empresas que tenham tecnologia americana, mesmo que o presidente dos EUA afirme que a proibição foi pela segurança nacional e que a Huawei esteja trabalhando com a China para espionar o país, tudo mostra que é na verdade é um problema comercial entre os dois países.

Com a proibição recebendo mais 90 dias para ser iniciada, muitas empresas dos EUA, no total de 130, entraram em contato com o Departamento de Comércio dos EUA para pedir uma licença para continuar a trabalhar com a Huawei, mas nenhum dos pedidos foram aceitos até agora.

HarmonyOS pode ser a solução para software

Colocado como um plano B, o sistema Harmony OS pode entrar em ação no futuro, ele poderá equipar os telefones e dispositivos da Huawei, isso se a proibição não terminar.

A Huawei já revelou que quer continuar com o sistema Android, mas se não tiver uma escolha, a intenção é trabalhar em seu próprio sistema para se manter no mercado mundial de telefone.

No hardware a Huawei tem maior estabilidade

Huawei Kirin logo

A Huawei tem seus próprios processadores, inclusive o Kirin 990 será anunciado em setembro, a empresa tem uma licença perpetua sobre o ARMv8, então ela poderá continuar a desenvolver seus processadores sem maiores problemas, mesmo com a ARM sendo proibida de trabalhar com a fabricante.

Mesmo que a proibição seja algo oficial, a Huawei terá capacidade de produzir novos processadores graças a licença que foi adquirida, então nesse setor a empresa não tem com o que se preocupar.

Esperar

Huawei Logo

É o que temos que fazer nesse momento, esperar para saber o que irá acontece com os EUA e a China nessa grande guerra comercial, o que acontecerá entre os dois países irá afetar diretamente a Huawei.

Os 90 dias extra que a Huawei recebeu dos EUA irá valer até novembro desse ano, mas esperamos que tudo se resolva antes disso.

PUBLICIDADE
Marcos Gonçalves da Silva
Escritor e dono do ajudandroid.com.br, com a mente focada em trazer notícias, jogos, aplicativos e informações diferentes do mundo Android.

Leia Mais

TikTok e WeChat são banidos dos EUA (cancelado e adiado)

O governo dos EUA anunciou que estará banindo os TikTok e WeChat da região, não sendo mais possível fazer o download dos...

Lixeira do Google Drive será limpa automaticamente a partir de outubro

Google Drive irá apagar arquivos deletados após 30 dias, assim a lixeira será limpa automaticamente a partir de outubro.

Google confirma evento em 30 de setembro, Pixel 5 e Pixel 4a 5G devem ser revelados

30 de setembro será o novo evento do Google, tudo indica que conheceremos os novos Pixel 5 e Pixel 4a 5G.

ARM é vendida por US$40 bilhões de dólares para a Nvidia

Nvidia é a nova dona da ARM, compra custou US$40 bilhões de dólares e ainda precisa ser aprovada em alguns países.

Unpacked for Every Fan: Samsung revela evento e deve anunciar Galaxy S20 Fan Edition

Samsung revelou data do seu evento Unpacked for Every Fan, nele a fabricante deve anunciar o novo Galaxy S20 Fan Edition.

Interessantes para você

TikTok e WeChat são banidos dos EUA (cancelado e adiado)

O governo dos EUA anunciou que estará banindo os TikTok e WeChat da região, não sendo mais possível fazer o download dos...

Telefones Huawei com EMUI 11 serão atualizados para HarmonyOS

Huawei revelou que telefones com a nova EMUI 11 serão atualizados para o sistema HarmonyOS no futuro, mas sem uma data revelada...

EMUI 11 é anunciada, personalização da Huawei muitas novidades

Huawei revela a EMUI 11, sua personalização mais recente para o Android, novidade traz muitos recursos inéditos. A nova...

HarmonyOS 2.0 é anunciada: suporta telefones e OpenHarmony é concorrente do Android AOSP

Como prometido, HarmonyOS 2.0 foi anunciada oficial, destaque é suporte para telefones e que OpenHarmony chega como um concorrente do Android AOSP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui