Samsung recebe multa por alegações enganosas sobre resistência prova d’água da linha Galaxy

Marcos Gonçalves da Silva
Galaxy Note 8

A Samsung recebeu uma grande multa pela resistência prova d’água da linha Galaxy, que foi feita com alegações enganosas em seus comerciais.

Já faz muitos anos que os telefones estão vindo com diversas proteções diferentes, as mais conhecidas são as que protegem a tela, caso da Gorilla Glass.

Mas a proteção a prova d’água são aos mais buscadas, e os usuários confiam fielmente a tudo ao que os comerciais mostram, e assim podem ser enganados em alguns poucos casos.

Samsung é multada por enganar compradores da linha Galaxy sobre resistência prova d’água

Na Australia, a Samsung recebeu uma grande multa de 14 milhões por causa dos seus comerciais que traziam alegações falsas sobre a resistência a prova d’água dos aparelhos da linha Galaxy.

Galaxy Note 8
Galaxy Note 8

A multa é sobre os anos de 2016 a 2018, ano em que a Samsung começou a exibir muitos comerciais sobre os seus aparelhos da linha Galaxy, mostrando que eles eram resistente à água, algo que é verdadeiro.

O problema foi como esses comerciais mostravam o telefone utilizando a capacidade à prova d’água, eles eram visualizados com as pessoas usando-os na piscina e até mesmo na praia sem maiores problemas.

E realmente eles suportam ficar embaixo d’água nesses cenários, mas o problema é que a fabricante afirmava que os telefones sobrevivem sem apresentar qualquer tipo de problemas na água por até 30 minutos.

Mas os problemas dos telefones surgiam mais tarde, a água realmente não entra nos telefones, mas os usuários mais tarde, teriam problemas com a porta de carregamento, que simplesmente ficava corroída por entrar em contato com a água com cloro das piscina e com a água do mar, o que causava problemas na hora de carregar e muitas vezes, nem permitia mais o carregamento.

Galaxy S7
Galaxy S7

Mais tarde a fabricante revelou que os telefones eram resistente apenas à água doce, mas os consumidores já tinha sido enganados, e muitos já tinham colocado os aparelhos nas situações de perigo.

A própria Samsung aceitou o pagamento da multa de US$14 milhões de dólares, mas também revelou que fez alterações no software e até no hardware, para que seus aparelhos consigam realmente cumprir tudo o que a fabricante promete para cada um dos seus dispositivos.

Por fim, os aparelhos que fizeram com que a fabricante fosse multada inclui os Galaxy S7, S7 Edge, A5 (2017), A7 (2017), S8, S8 Plus e Note 8, que na região, alcançaram a marca de mais de 3.1 milhões de telefones vendidos.

Fonte: ACCC

Compartilhe o artigo
Siga-nos
Escritor e dono do ajudandroid.com.br, com a mente focada em trazer notícias, jogos, aplicativos e informações diferentes do mundo Android.
2 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.