Trabalhando ao lado do Google, Qualcomm revela que irá lançar novo processador para equipar relógios inteligentes que utilizaram o sistema Wear OS.

A tecnologia precisa evoluir, por isso, a fabricante já vem trabalhando em novidades para os dispositivos vestíveis.

Qualcomm em parceria com Google irá lançar novo processador para relógios inteligentes Wear OS, que terá muitos recursos e novidades em relação aos que já são utilizados no momento.

Confira celulares em oferta na Amazon

Snapdragon Wear 2100

Android Wear 2.0No momento que começou a febre dos relógios inteligentes, que na época utilizavam o Android Wear (Wear OS agora), o processador mais utilizado era o Snapdragon 400, tanto que o Snapdragon Wear 2100 (primeiro para relógios inteligentes) era basicamente o mesmo 400, mas com a vantagem de ser menor e consumir menos energia, além de contar com sensores e novas tecnologias.

Snapdragon Wear 1100

Logo depois foi a vez do Snapdragon Wear 1100 ser lançado, ele também tem como base o Snapdragon 400, mas conseguiu ser ainda menor e mais eficiente que o 2100, sendo excelente para aparelhos mais finos e menores, como é o caso das pulseiras inteligentes.

Snapdragon Wear 1200

Por fim, ainda podemos citar o Snapdragon Wear 1200, que trouxe grandes inovações, nele temos suporte para GPS, GLONASS, Galileo e BeiDou, além de contar com 4G, VoLTE, Wi-Fi e Bluetooth.

Novo Snapdragon para Wear OS

Snadragon Wear 2100

Agora a novidade é que a Qualcomm está trabalhando em parceria com o Google por cerca de dois anos para trazer mais um processador especialmente projetado para relógios inteligentes e dispositivos vestíveis.

Como primeira novidade, o novo processador foi criado do zero, não utilizando nenhum outro como base, o que irá resultar em algo único e totalmente projetado para equipar os mais recentes dispositivos vestíveis e relógios inteligentes.

Compre smartphones e celulares na Amazon

Qualcomm revela que o novo processador será mais eficiente, o que aumentará a vida da bateria, terá melhor fluidez, maior velocidade de renderização, chegará com implementação de múltiplos controles para monitoramento de saúde e fitness, e claro, terá um menor consumo quando estiver no modo de espera.

A empresa ainda revela que espera que as fabricantes façam três divisões entre os novos relógios e pulseiras inteligentes, os que chegarão com Bluetooth e Wi-Fi, os de esportes que terão GPS e os mais avançados que também terão a tecnologia 4G embarcada.

Android Wear 2.0

O novo processador e sua nova arquitetura ainda não tem data oficial de lançamento, mas irá equipar o próximo relógio inteligente emblemático que o Google utilizará como principal para o sistema Wear OS com Android P oficial.

Lembrando que essa parceria com o Google está sendo bem legal para a empresa, já que graças a essa união a Qualcomm revelou que os processadores Snapdragon 845, 660 e 636 irão receber rapidamente o Android P quando for lançado oficialmente, sem contar que os aparelhos que podem utilizar o Android P Beta estão utilizando somente processadores da linha Snapdragon.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here