Desafio dos telefones flexíveis é a dobradiça que precisa ser durável

Os telefones dobráveis precisam superar o desafio de conseguir trazer dobradiças que sejam resistentes, durem bastante tempo e sejam fáceis de se produzir.

Com o Huawei Mate X e Samsung Galaxy Fold perto de serem lançados oficialmente, os telefones flexíveis estão chegando ao mercado com um novo grande desafio, o de durarem por muitos anos.

O principal problema dos novos telefones dobráveis são as dobradiças, o mecanismo que será mais utilizado por quem acessar a tela maior dos dispositivos, por isso, é preciso que elas durem o maior período possível, já que esse item é essencial para manter tudo funcionando corretamente.

Para você ter uma ideia, a expectativa é que essas dobradiças dos telefones flexíveis tenham que ser 10x melhor e resistente que as existentes nos notebooks, tudo para suportar a frequência que os usuários irão utilizar.

Galaxy Fold

As fabricantes em sua maioria estão utilizando a técnica Metal Injection Molding, a moldagem por injeção de metal que consegue criar um composto de metais e materiais de plásticos, assim a dobradiça consegue um reforço para aumentar a durabilidade, mas maiores investimentos devem ser utilizados apenas na produção em 2020, quando os dispositivos flexíveis devem ficar mais populares.

A Samsung revela que o Galaxy Fold consegue realizar mais de 200.000 dobras sem que apresente qualquer tipo de problema, a fabricante diz que isso representa cerca de 100 aberturas do dispositivo diariamente em 5 anos de uso.

Para demonstrar o teste, a Samsung liberou um vídeo mostrando como conseguiu chegar nesse resultado, ela utilizou uma máquina que fica abrindo e fechando o aparelho sem parar.

Já o Huawei Mate X tem a promessa de suportar 100.000 dobras sem problemas, então isso representaria 50 dobras diárias em um período de 5 anos.

Huawei Mate X

Como podemos ver, as dobradiças dos novos telefones são essenciais para a durabilidade dos telefones flexíveis, como é algo recente, esse mecanismo deve ser melhorado nos próximos aparelhos no futuro, mas inicialmente como podemos ver, dependendo do uso, os dispositivos dobráveis irão durar por alguns longos anos.

Marcos Gonçalves da Silva
Escritor e dono do ajudandroid.com.br, com a mente focada em trazer notícias, jogos, aplicativos e informações diferentes do mundo Android.

Mais recentes

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

Notícias

Tela do Galaxy Z Flip é mais barata para reparar do que RAZR

Samsung revelou o preço para trocar a tela do Galaxy Z Flip, seu telefone flexível, o valor é mais barato do que a...

MIUI 11 está testando recurso de permissão avançado para melhorar segurança

Xiaomi está testando na MIUI 11 um novo recurso de permissão, novidade avançada chega para deixar os usuários mais seguros.

Galaxy Z Flip tela de vidro tem aparência de plástico, mas Samsung responde

Em teste o Galaxy Z Flip se saiu como uma tela de plástico, mesmo sendo de vidro, mas para acabar com a dúvida,...

Quer receber as notícias mais recentes?

Basta cadastrar seu e-mail em nossa newsletter que enviaremos as novidades todos os dias que elas surgirem.