quarta-feira, outubro 28, 2020

HongMeng OS: Huawei confirma que não é para smartphones

COMEÇA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que era esperado como concorrente do Android, sistema da Huawei, HongMeng OS, é confirmado que não é para smartphones.

Quando a Huawei foi banida do comércio nos EUA, descobrimos que a fabricante tinha seu próprio sistema em desenvolvimento, tudo indicava que ele era para substituir o sistema Android, isso caso a proibição não fosse acabar.

Atualmente a Huawei já pode comprar das empresas dos EUA, então a fabricante começou a soltar detalhes sobre o sistema que está sendo desenvolvido.

As mais recentes novidades sobre o sistema da Huawei foram reveladas pela Catherine Chen, membro do conselho de diretores e vice-presidente da Huawei, ela diz que o HongMeng OS não tem a pretensão de substituir o sistema Android, mas está sendo desenvolvido para uso comercial e para a internet das coisas.

Huawei Logo

Em tese isso significa que o sistema HongMeng OS pode nunca equipar um smartphone, já que não foi desenvolvido especificamente para isso.

Quem teve acesso ao sistema fala que o HongMeng OS tem muitas poucas linhas de códigos, menos do que o suficiente para realmente funcionar em um smartphone, então a afirmação de Catherine pode estar correta realmente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como revelado anteriormente, o HongMeng OS tem uma latência extremamente baixa, o que é excelente para dispositivos internet das coisas, que são aparelhos com processadores mais simples e que sempre precisam ter um controle rápido aos comandos dos usuários.

Huawei Logo

Mas não podemos esquecer que até mesmo alguns fabricantes da China testaram o sistema da Huawei (não sabemos o nome já que o HongMeng OS não é para telefones) para smartphones e revelaram que ele é 60% mais rápido do que o Android, algo bem interessante principalmente para dispositivos de baixo custo.

Mesmo com a revelação que o HongMeng OS não é para smartphone, nada impede da Huawei estar trabalhando em uma alternativa ao sistema Android, para caso, no futuro, seja banida novamente, possa contar com seu sistema proprietário e que ficaria livre do controle de qualquer governo ou de problemas com outras empresas no restante do mundo.

Via: Gsmarena

PUBLICIDADE
Confira mais em
Marcos Gonçalves da Silva
Escritor e dono do ajudandroid.com.br, com a mente focada em trazer notícias, jogos, aplicativos e informações diferentes do mundo Android.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia Mais