Brasileiros estão gastando mais com smartphones, mas comprando menos

- Publicidade -

No Brasil consumidores estão gastando mais ao comprar um smartphone, mas também estão comprando menos do que antes.

Já faz um tempo que essa é uma tendencial mundial, a queda da compra de telefones está só aumentando a cada ano e tudo indica que essa queda continuará por um bom tempo.

A consultoria IDC lançou novos dados interessante sobre o mercado do nossos país, os dados apontam que os brasileiros estão comprando menos smartphones, mas pagando mais por eles.

Os dados são comparações de 2017 com 2018. No total temos uma queda de 6.8% na venda de dispositivos móveis, mas a quantidade de aparelhos vendidos ainda é impressionante, são 46,9 milhões, sendo que apenas 2,5 milhões são telefones mais simples, o restante são smartphones.

Moto Z3

Mesmo com queda de quase 7% em vendas, curiosamente as fabricantes conseguiram 6% a mais de lucro, já que os consumidores estão gastando mais na hora de adquirir um smartphone.

Confira como os brasileiros gastaram com smartphone em 2018:

  • 4% gastaram dinheiro para comprar telefones top de linha com valores entre R$2.000 e R$3.000
  • 6.5% resolveram apostar em aparelhos top de linha premium com maior qualidade, mas com preço acima de R$3.000
  • 14% compraram smartphones mais simples com o valor de até R$699 reais
  • 35% resolveram gastar um pouco mais em aparelhos melhores e intermediários de alto nível com valores entre R$1.000 e R$2.000
  • 40% apostaram no custo-benefício dos aparelhos medianos, assim gastando entre R$700 a R$1.000 reais

Nessa lista, o que mais chama a atenção é a alta de 22,2% das vendas de smartphones top de linha com valores acima de R$3.000, por exemplo, podemos citar os novos Galaxy S10 que chegaram com alto preço, mas ainda assim conseguem atingir muitos clientes que adoram novidades e recursos mais recentes.

linha Galaxy S10
- Publicidade -

Para esse ano a queda nas vendas deve continuar, já que poucas inovações estão chegando ao mercado, e quando chegam ao Brasil, a alta do dólar consegue atrapalhar a possibilidade de muitas pessoas terem dinheiro para adquirir a novidade, assim, muitos consumidores estão apostando em gastar um pouco mais em um novo smartphone, mas manter ele por um período maior de tempo.

No mundo todo as fabricantes estão começando a apostar em dispositivos dobráveis, a Samsung tem o Galaxy Fold e a Huawei tem o Mate X, outras empresas já estão trabalhando em telefones flexíveis, a intenção é trazer uma nova forma de interação e chamar a atenção dos consumidores com esse novo tipo de aparelho, assim tentando aumentar as vendas, mesmo que esses novos smartphones cheguem com um preço muito alto ao mercado.

Via: Gizmodo

- Publicidade -

Últimas Notícias

Pixel 4 traz gestos para launcher de terceiros e debloqueio facial com olhos fechados

Os novos Google Pixel 4 traz finalmente os gestos de navegação para os launcher de terceiros e seu desbloqueio facial funciona até mesmo com...

Motorola RAZR 2019: evento de apresentação será em 13 de novembro

O novo Motorola RAZR 2019 pode ser apresentado oficialmente em 13 de novembro, convite já começou a ser enviado para alguns sites de tecnologia.

Leitor de digital da Samsung permite desbloquear aparelho sem digital cadastrada

Foi descoberta uma vulnerabilidade no leitor de digital da Samsung que permite desbloquear o aparelho mesmo sem a digital cadastrada.

Google Stadia no Google Pixel 2 e Pixel 4, controle compatível apenas via USB

Google Stadia será compatível com Google Pixel 2 e Pixel 4 no lançamento, controle Stadia será compatível apenas via USB em telefones.

Google Pixel 4 não conta com armazenamento ilimitado no Google Fotos

Novos Google Pixel 4 não possuem o armazenamento ilimitado no Google Fotos, algo que trazia um valor ainda maior para os aparelhos da linha.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Receba as novidades em seu E-mail!