Notícias, Samsung

Como era esperado, problema do Galaxy Note 7 realmente foi causado pela bateria

Galaxy Note 7 problema de bateria

A causas dos problemas do Galaxy Note 7 finalmente foram revelados, agora você irá descobrir o que fez o aparelho sair de linha e do mercado.

Como era esperado, problema do Galaxy Note 7 realmente foi causado pela bateria que mesmo depois de trocada ainda tinha falha.

Em “Samsung aconselha consumidores desligarem Galaxy Note 7, cancela todas as vendas e desativa Gear VR” podemos ver o que a fabricante fez com o aparelho, logo depois em “Galaxy Note 7 estão sendo testados por vários laboratórios para descobrirem as causas das explosões” podemos ver que as causas dos problemas estavam sendo investigadas por muitas pessoas.

Galaxy Note 7

Agora depois desse tempo todo, a Samsung finalmente vem a público para revelar o que e como aconteceu todos os problemas relacionados com o Galaxy Note 7.

Samsung revela que o principal item que fez o Galaxy Note 7 apresentar problemas e consequentemente explodir é a bateria, algo que já era esperado por muitas pessoas, já que elas estavam explodindo.

Como sabemos, o problema do Galaxy Note 7 aconteceu duas vezes no aparelho, a Samsung explica o que ocorreu em cada caso especificamente.

Galaxy Note 7 problema de bateria

No primeiro caso aconteceu que as baterias estavam chegando para a Samsung com um problema no separador de negativo e positivo, outro item que estava danificado foi a ponta dos eletrodos negativos das células que estavam em posição incorreta, algo que aumentou o risco de explosão quando a bateria se expandia normalmente.

Tentando resolver esse primeiro problema, a Samsung tratou logo de fazer um recall para substituir as baterias e assim acabar com os problemas do Galaxy Note 7 de uma vez.

Galaxy Note 7 problema de bateria

Sabemos que esse gesto da Samsung não deu certo, a segunda bateria, infelizmente também chegou com um problema, os problemas anteriores foram resolvidos, mas novos apareceram, por causa de uma pequena camada isolante que não conseguiu proteger como deveria, os eletrodos negativos conseguiam se deparar com os eletrodos positivos, algo que causou um curto-circuito e consequentemente as explosões.

A partir de agora, a Samsung revelou que as baterias serão testadas de diversas formas antes de serem liberadas para os consumidores, assim, novos aparelhos dificilmente irão apresentar problemas parecido, o que é excelente para os consumidores da fabricante e para a própria empresa que não terá mais prejuízos milionários.

Via: Samsung

Artigo AnteriorPróximo Artigo
Sou uma pessoa que adora tecnologia, que gosta de ajudar, principalmente quando tem tecnologia envolvida, espero conseguir trazer muitas informações, aplicativos e principalmente jogos para todos que gostam de Android.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *