Em dezembro impostos podem aumentar, mas governo quer manter isenção para não ter aumento de preços em smartphones

0

As pessoas podem esperar um aumento de impostos em dezembro, mas governo quer manter a isenção para não ter aumento de preços em smartphones.

Com a crise o Brasil quer aumentar alguns impostos para conseguir aumentar a arrecadação e assim cobrir os rombos que foram feitos pelo governo.

Claro que o aumento dos impostos é algo que realmente pode fazer um efeito rápido, já que o dinheiro entra em caixa de forma rápida, nesses aumentos o mais importante no momento relacionado com smartphones é o fim da Lei do Bem.

A Lei do Bem foi feita para aumentar a quantidade de usuários com smartphones e equipamento eletrônicos com acesso à internet, a lei visa incentivar a fabricação no Brasil dos aparelhos com isenção de impostos, atualmente os aparelhos com valor até R$1.500 reais fazem parte da lei e ela iria durar até 2018.

Mas atualmente o governo já possui uma medida provisória que irá aumentar os impostos e retirar a isenção de impostos, chamada MP690, se aprovada entrará em vigor já no início de dezembro.

Claro que o anúncio da MP690 as empresas estão fazendo de tudo para manter o aumento dos impostos vem longe dos smartphone e lutam para que a Lei do Bem seja mantida mesmo que aumentos em outros produtos aconteçam.

Google Hangouts

 

Entidades como a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) e SindiTelebrasil estão se unindo com o Ministério das comunicações para garantir que os impostos dos smartphones não sejam aumentados, segundo as previsões, com o aumento de impostos as fabricantes terão uma queda de vendas de aparelhos e assim consequentemente o governo terá uma arrecadação menor o que é “um tiro no pé” segundo o Humberto Barbato, presidente da Abinee.

Algo que está sendo levado em conta é que os impostos podem aumentar o contrabando, que nada mais são, os aparelhos que são comprados em outras regiões como o Paraguai e que chegam ao Brasil sem nenhum pagamento de impostos.

Outro fator importante é que se acontecer o aumento de impostos, o brasileiro terá mais dificuldade em adquirir novos aparelhos com tecnologias de internet rápida, muitos deixaram de comprar o seu primeiro smartphone e assim se manterão longe da internet, algo que é contrário ao programa de inclusão digital que o próprio governo inventou.

Atualmente os impostos se aumentados realmente, irão fazer os smartphones terem um aumento de até 20% no valor atual, ou seja, um aparelho de R$1.000 reais irá custar até R$1200 se os impostos entrarem em ação.

Mas temos que esperar para ver se o nosso natal desse ano poderemos adquirir um novo smartphone sem aumento de impostos, ou se infelizmente teremos smartphones, tablets e outros equipamentos mais caros.

Lembrando que a Black Friday irá acontecer no dia 27 de novembro, várias lojas irão dar muitos descontos em vários tipos de aparelhos e talvez esse seja o melhor momento para adquirir um novo smartphone com preço decente em 2015.

Se quiser você também pode acessar nossa seção de promoções e adquirir aparelhos com descontos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here