Problema de múltiplos toques (multitouch) será corrigido em breve no Android 8.1 Oreo

Ulefone Power 3S

Esse defeito já é bastante conhecido, mas finalmente o Android 8.1 Oreo terá o problema de múltiplos toque na tela resolvido.

Com muitos jogos e aplicativos utilizando o multitouch, esse problema consegue afetar consideravelmente a experiencia dos usuários.

Problema de múltiplos toques (multitouch) será corrigido em breve no Android 8.1 Oreo, solução já está sendo testada e pode demorar um ou dois meses para ser liberada.

Os primeiros usuários que reclamaram desse defeito foram os que possuíam um Google Pixel 2 ou Pixel 2 XL, mas a causa do problema com toques múltiplos começou com a chegada do Android 8.1 Oreo.

Google Pixel 2Com essa versão mais recente do sistema sendo liberada para outros dispositivos, o número de reclamação também subiu, o que fez o Google dá ainda mais atenção a esse item.

Para os sortudos que não foram afetados, saiba que o problema acontece de forma aleatória, mas a situação é a mesma, quando você utiliza dois ou mais dedos na tela, ela começa a apresentar movimentos involuntários que atrapalham a usabilidade, se estiver jogando um game de tiro, a mira irá se movimentar sozinha, o que realmente irá atrapalhar sua partida, isso também acontece quando você faz o movimento de dar zoom com os dois dedos.

Além das ROMs das fabricantes, esse problema também afeta as ROMs personalizadas, então muitos usuários estão com esse defeito, no caso dos Pixel 2 e Pixel 2 XL, os desenvolvedores até fizeram modificações e até um modulo no Magisk para corrigir esse problema, mas outros aparelhos ainda não possuem correções.

Agora já existe uma correção oficial que será liberada entre um ou dois meses para o Android, se os testes indicarem que ela está perfeita, a novidade deve chegar no patch de maio ou no máximo em junho.

Com essa notícia excelente, os usuários que utilizam ROMs personalizadas e estão com esse problema de múltiplos toques, terão que espera até dois meses para receber essa importante correção, já nos casos de aparelhos das fabricantes, a demora pode ser ainda maior.

Via: AOSP

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + sete =

Send this to a friend