Galaxy S9 com processador Exynos 9810 tem duração menor de bateria do que os Snapdragon 845

Galaxy S9

Como sempre acontece, os processadores Exynos e Snapdragon tem diferente duração na bateria nos novos Galaxy S9.

Os processadores estão entre os melhores do mundo, mas possuem diferenças que podem ou não agradar os usuários que querem comprar o novo top de linha da Samsung.

Galaxy S9 com processador Exynos 9810 tem duração menor de bateria do que os Snapdragon 845, teste revela que a diferença pode ser enorme para algumas pessoas.

Site AnandTech resolveu comparar os Galaxy S8 e Galaxy S9 que estavam em suas mãos, o resultado foi surpreendente principalmente quando o assunto é bateria.

Para realizar os testes eles utilizaram os Galaxy S8 (Snapdragon 835), Galaxy S8+ (Exynos 8895), Galaxy S9 (Exynos 9810), Galaxy S9+ (Exynos 9810) e Galaxy S9+ (Snapdragon 845)

Confira o resultado do teste para navegação na internet:

Galaxy S9 teste de navegação/bateriaNo primeiro lugar temos o Galaxy S9+ com processador Snapdragon 845 que conseguiu 10.48 no teste, já o segundo lugar fica para o Galaxy S8 com Exynos 8895, o tempo ficou em 9.91, em terceiro encontramos o Galaxy S9+, ele conseguiu 9.66.

Curiosamente encontramos o Galaxy S8 com Snapdragon 845 no quarto lugar com 9.50 e a surpresa fica para o Galaxy S9 com processador Exynos 9810, que consegui apenas 6.80, uma grande diferença dentre os outros modelos.

O que chama a atenção no teste é que o S9 (Exynos) que simplesmente “perde” cerca 3 horas em relação aos outros modelos, inclusive em comparação com os aparelhos do ano passado.

Promoção relógio LG G Watch Urbane R$840 em 10x sem juros

Samsung Exynos 9Ainda sem maiores explicações oficiais, o site tenta entender o que aconteceu, tudo indica que o culpado é o próprio processador Exynos 9810 que está consumindo muita energia sem precisar, a culpa cairia então para os núcleos personalizados M3 da Samsung, que curiosamente quando são limitados (pelo próprio software da Samsung) consegue “recuperar” o tempo de bateria e alcançar a mesma média dos outros aparelhos.

O problema é que quando limitados, o sistema apresenta algumas lentidões e até alguns travamentos o que acaba atrapalhando a usabilidade do aparelho.

Samsung ainda não se pronunciou sobre o caso, mas não deve demorar para que a fabricante consiga realizar uma investigação e se possível, lançar uma correção para o problema.

Galaxy S9

Lembrando que os Galaxy S9 estão passando por problemas na tela de toque, que já estão sendo analisados pela Samsung para que uma solução definitiva possa ser criada.

No Brasil, os Galaxy S9 serão anunciados amanhã de manhã, provavelmente chegarão com os processadores Snapdragon 845, o que indica que não teremos esse problema de a bateria acabar mais rapidamente.

Via: Anandtech

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 16 =

Send this to a friend