Notícias

Extensões Android pode ser um novo método do Google manter os aparelhos atualizados sem a fabricante

Android N Logo

Ao logo dos anos podemos notar como o Android é falho em relação as atualizações do sistema, mas claro que mesmo sem anunciar, o Google vem tentando fazer melhorias nesse sentido.

Extensões Android pode ser um novo método do Google manter os aparelhos atualizados sem a fabricante precisar fazer nada.

Nos últimos dias podemos ver claramente em “Instalado em aparelhos que são vendidos em poucos lugares, Android Nougat equipa apenas 0,3% dos dispositivos”, como demora para que as fabricantes lancem atualizações para seus aparelhos.

Para tentar deixar tudo mais uniforme em suas versões do Android, anos atrás o Google começou a separar seu aplicativos do sistema e cada um deles agora está disponível na loja Google Play, assim todos podem ter as mais recentes versões dos aplicativos Android sem precisar esperar uma atualização completa do sistema.

Xperia Z3 Android N

Logo depois o próximo passo foi liberar o Google Play Services, ele funciona como uma ferramenta que consegue adicionar novas funções ao sistema Android dessa forma você pode ter uma versão antiga do sistema e ainda assim ter as novidades da versão mais recente do Android.

Agora com as Extensões Android o Google pode trazer mais uma forma de manter o sistema atualizado sem que seja necessário que a fabricante lance uma nova versão do Android em si.

Como acontece em cada versão do Android, o Google divulga algumas regras de uso do sistema, no Android 6.0 Marshmallow as fabricantes não podiam alterar o Doze e Stand-by App, por isso, a Sony escolheu deixar de lado o modo Stamina, mas logo depois trouxe novamente adaptado ao novo sistema como podemos ver em “Sony retira, mas volta atrás e irá adicionar modo Stamina novamente nos Xperia”.

No Android 7.0 Nougat uma das novas exigências é que as fabricantes não modifiquem a seção Android Extensions, confira o que o Google fala sobre essa nova seção:

Android N

Android inclui o apoio de estender as APIs gerenciados, mantendo o mesmo nível de versão API. implementações de dispositivos Android deve pré-carregar a implementação AOSP tanto da biblioteca compartilhada ExtShared e serviços ExtServices com versões superiores ou iguais às versões mínimo permitido para cada nível API. Por exemplo, o Android 7.0 implementações de dispositivos que executam o nível de API 24 deve incluir, pelo menos, uma versão.

Na verdade, essas palavras não deixam claro que mudanças ou tipos de atualizações o Google poderá implementar, mas com a implementação com AOSP (Android Livre), pode indicar que o sistema pode receber as novas API diretamente pelo Google e assim praticamente ser uma nova versão do sistema com novas funções e recursos inéditos.

Mas infelizmente temos que esperar o Google se pronunciar oficialmente para saber o que realmente significa essa nova seção no sistema Android Nougat, se realmente o foco for para manter o usuário atualizado, podemos bater palmas para o Google.

Via: Arstechnica

Artigo AnteriorPróximo Artigo
Sou uma pessoa que adora tecnologia, que gosta de ajudar, principalmente quando tem tecnologia envolvida, espero conseguir trazer muitas informações, aplicativos e principalmente jogos para todos que gostam de Android.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *