ART pode ser padrão no próximo Android, mas Dalvik ainda irá existir

Achamos que o ART pode ser padrão no próximo Android, mas Dalvik ainda irá existir, isso baseado nas novas informações do AOSP.

AOSP “Projeto de desenvolvimento de código aberto do Android” é onde sempre surgem as primeiras inovações que serão adicionadas em sua maioria nas novas versões do Android.

Nas últimas atualizações o Google liberou um novo código do Android que coloca o sistema de execução ART como padrão e coloca o Dalvik como segundo plano sendo que estará disponível no “opções de desenvolvedor” assim como o ART está no Android 4.4.

ART futuro do Android

Com a troca do Dalvik para o ART no Android 4.4 KitKat o sistema fica mais rápido e econômico, ele abre os aplicativos e jogos mais rapidamente e usa menos processamento, mas como está em fase beta o ART ainda apresenta alguns problemas com certos aplicativos, mas com o tempo os desenvolvedores devem arrumar essa compatibilidade.

O que poderá acontece na próxima versão do Android é que será o inverso do que temos no Android 4.4, ou seja, o ART será a execução oficial e o Dalvik ficará como segundaria caso alguns aplicativos e jogos não funcione corretamente.

Android 4.4 KitKat

Logicamente que o ART traz mais benefícios para o sistema Android, mas como ele é recente ainda existe alguns aplicativos que não funcionam ou tem falhas com ele como padrão, mas até a próxima versão do Android ser lançada muitos desenvolvedores já devem ter resolvido esses problemas.

Para ativar o ART no Android 4.4 KitKat é muito fácil basta ver como em “ART do Android 4.4 pode diminuir tempo de abrir aplicativos e jogos pela metade

E você usa o tempo de execução ART no seu Android 4.4? Se usa o que você está achando dessa novidade?

Share This

About the author

Sou uma pessoa que adora tecnologia, que gosta de ajudar, principalmente quando tem tecnologia envolvida, espero conseguir trazer muitas informações, aplicativos e principalmente jogos para todos que gostam de Android.

View all articles by Marcos Gonçalves da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =