Intel já possui smartphones de demonstração rodando Android e com seu novo processador

Para deixar o mercado de smartphones e tablets mais competitivos, a Intel anunciou que será uma fabricante de processadores móveis, algo que irá aumentar a concorrência.

Intel já possui smartphones de demonstração rodando Android e com seu novo processador que promete muito desempenho e melhorias em relação aos modelos já existentes.

Nesse aparelho de demonstração iremos encontrar o processador Intel Medfield (Atom), ele é produzido em 32nm, algo que permite um gasto menor de energia e uma geração de calor menor em relação aos processadores produzidos em maiores tamanhos.


Um dos destaques do Intel Medfield é o seu selo “Blu-Ray Quality”, ele sinaliza que o processador possui suporte para rodar filmes na qualidade Blu-Ray sem maiores problemas.

Curiosamente o aparelho de teste estava rodando o Android 2.3, mas a Intel já revelou em “Intel espera Android 4.0 para lançar processadores x86 compatíveis” que os aparelhos devem chegar ao mercado com o Android 4.0 Ice Cream Sandwich, versão do sistema que chega com suporte para processadores X86.

Os rumores falam que a Intel está trabalhando ativamente com o Google para, talvez, lançar um tablet de referência rodando o Android 4.0, essa novidade se real, poderia ser do mesmo nível do iPad 2 e iria superar facilmente os tablets atuais que estão com o Android 3.0.

O processador inicialmente está livre para as fabricantes adicionarem as peças de rede que quiserem, a Intel está com alguns problemas na integração dos componentes 3G e 4G diretamente no processador, mas nas próximas versões a rede deverá ser integrada ao processador.

Se você notar, o visual do aparelho de demonstração é muito parecido com o do Milestone 3, mas sem o teclado físico, mas como ele é apenas demonstração, não podemos esperar um aparelho parecido chegando ao mercado.

Como já falamos, o Intel Medfield (Atom) chega com promessa de um melhor desempenho, menor consumo de bateria, mas só poderemos avaliar o processador mais para frente, quando um aparelho for lançado com essa novidade.

Via:Phandroid

Confira as mais recentes notícias em nossa “Seção Intel”.

Compartilhe

Sobre o autor

Sou uma pessoa que adora tecnologia, que gosta de ajudar, principalmente quando tem tecnologia envolvida, espero conseguir trazer muitas informações, aplicativos e principalmente jogos para todos que gostam de Android.

Veja todos os post de Marcos Gonçalves da Silva

5 comentários

  1. canton_bgi

    Para os amigos ai que estão preocupados com a questão x86, x64 e ARM, fica a lembrança que os apps são compilados em um bytecode java, pra ser mais especifico Dalvik, sendo assim a questão de adaptação da familia do processador fica por conta do Google, que ja tem implementações em bases diferentes da ARM. X86 ja existe a um tempo. Pra testar baixe uma maquina virtual e o android x86 e você vera que roda normalmente as coisas ;)

    PS: estou pelo MS2 e não funciona o reply :/

  2. Marcos Gonçalves da Silva

    Também to com o mesmo pensamento, o estranho é que a Intel estava esperando o Android 4.0 para lançar seus processadores e as peças para demonstração tem o Android 2.3, pensava que o Android 4.0 iria interpretar o código automaticamente para cada processador e o aplicativo em si não iria precisar de mudanças, mas com as demos com 2.3 estou confuso, resta esperar a própria Intel ou o Google explicar como tudo irá funcionar.

  3. winder7

    Outra questão é os aplicativos atuais escritos para ARM vão rodar em intel x86? Caso contrario vai sofrer uma escassez muito grande de aplicativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + doze =